TOPO Header Ads

Campeões do Freio de Ouro 2019 recebem premiação

A paixão pelo cavalo crioulo, oficialmente símbolo do Rio Grande do Sul, ficou demonstrada neste domingo (26/8) ensolarado, segundo dia da 42ª Expointer, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. Em torno de 20 mil pessoas acompanharam as provas – de mangueira, bayard/sarmento e de campo – do Freio de Ouro 2019, principal prova da raça crioula no país.

Muito acirrada, esta edição ficou caracterizada pela destreza e habilidade, consagrando vencedores o ginete Fernando Andrighetti, com o cavalo Santa Alice Nublado II, na categoria machos, e o ginete Fábio Teixeira da Silveira, com Campana Vicuña, na categoria fêmeas. Os troféus aos donos dos melhores animais para lida no campo foram entregues pelo governador Eduardo Leite, pelo secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, e outras autoridades convidadas.

“A Expointer coloca em exposição tudo o que nosso Estado tem de força, que vem muito do agronegócio, do campo. Não apenas a produção rural, mas também a tecnologia e o maquinário que faz aumentar muito a produtividade. E aqui, com o Freio de Ouro, é uma oportunidade de demonstração da paixão que o nosso Estado tem pelo cavalo, especialmente a raça crioula. Uma união que hoje celebramos e premiamos”, destacou o governador.

Cinco meses se passaram, definindo o rumo de um dos eventos mais representativos da Expointer e promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Uma das novidades deste Freio de Ouro foi a primeira classificatória realizada no Centro-Oeste, em Campo Grande (MS), com a participação de criadores de oito Estados.

Depois de sete semifinais, entre as quais duas fora do Brasil, na Argentina e no Uruguai, 49 fêmeas e 48 machos se habilitaram a disputa pelo pódio. Desde a última quarta-feira (21/8), no Parque de Exposições Assis Brasil, foram avaliados em aspectos como inteligência, temperamento e resistência. Para a grande final, se classificaram 14 fêmeas e 14 machos.

Uma das novidades desta competição foi a premiação de R$ 200 mil, distribuída entre os oito ganhadores – além dos dois vencedores Ouro, as duplas do Freio de Prata, Freio de Bronze e Freio de Alpaca.

Do sul do Brasil para
o continente europeu

Durante a premiação, o presidente da ABCCC, Francisco Fleck, oficializou o lançamento da primeira edição do Freio de Ouro a ser realizada na Europa. A prova acontecerá em uma versão reduzida em Verona, na Itália, no início de novembro, durante a tradicional Feira Cavalli.

“O Freio de Ouro já é uma prova internacional que, juntamente com as classificatórias e credenciadoras ocorridas em países vizinhos, passa a ter agora uma prova no continente europeu”, sinaliza Fleck, destacando que o Freio de Ouro está colaborando para internacionalizar a equitação gaúcha e o cavalo crioulo.

Expointer vai até
dia 1º de setembro

A 42ª Expointer segue até o dia 1º de setembro. O parque em Esteio fica aberto diariamente das 8h às 20h30min. Os ingressos custam R$ 13, estudantes e idosos pagam R$ 6. Crianças até 6 anos e idosos com mais de 65 anos não pagam. Os veículos tem preço único de R$ 32 (estacionamento e ingresso do motorista incluído).



Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini
Fonte: EXPOINTER
Tecnologia do Blogger.