TOPO Header Ads

CPERS denunciou no Ministério Público a ameaça de terceirização nas escolas estaduais

Na semana passada, mais precisamente na tarde de terça-feira (24), a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer juntamente com os advogados da assessoria jurídica do Sindicato, Marcelo Fagundes e Rodrigo Sebben estiveram reunidos com a promotora de justiça, Denise Casanova Villela, na sede do Ministério Público.


Na ocasião Helenir entregou a promotora um documento que denuncia a tentativa do governo Sartori, através do secretário de Educação de terceirizar os serviços dos funcionários de escola.


“O governo está apontando a terceirização na escola pública, desconhecendo que os funcionários de escola têm um papel pedagógico fundamental dentro da escola. Não podemos permitir isso, queremos que se cumpra a Constituição Federal, onde somente através do concurso público poderá ingressar no serviço público”, afirmou.


O principal objetivo da reunião é que Ministério Público se manifeste quanto a questão de concurso público para os educadores e contra a terceirização nas escolas proposta pelo governo.
A promotora garantiu que irá avaliar o caso com outros setores do MP e se pronunciará sobre o assunto.






Fonte: CPERS
Tecnologia do Blogger.