TOPO Header Ads

Professor é afastado por suspeita de abuso sexual de jovens na Região Central

Um servidor público de 42 anos foi afastado de suas atividades após denúncias de abuso sexual contra menores de idade. Morador de Cerro Branco, na Região Central, o homem trabalhava na Secretaria de Educação de Cachoeira do Sul e era professor de português em Candelária.

Até o momento, foram identificadas possíveis vítimas em Cachoeira do Sul, Novo Cabrais e Cerro Branco, incluindo ex-alunos do suspeito. O homem foi afastado das atividades, de forma preventiva, por 30 dias.

Conforme o delegado regional de Cachoeira do Sul, José Antonio Taschetto Mota, o servidor não foi preso, pois não houve flagrante. No entanto, Mota disse que o homem admitiu à polícia que marcava saídas com os jovens e que pedia fotos e vídeos pornográficos pelas redes sociais.

— Ele admitiu que levava, em seu veículo, menores (de idade) para outras cidades, onde teriam ocorrido os abusos. Também confirmou que oferecia bebidas alcoólicas e dinheiro aos jovens — afirma Mota.

Foram cumpridos, na quarta-feira (24),  mandados de busca e apreensão  na prefeitura de Cachoeira do Sul e na casa do homem. Foram recolhidos HDs, tablet, notebook, pendrive e um veículo, que seria utilizado para sair com os menores. Os aparelhos serão encaminhados à perícia.

As investigações começaram depois que familiares de um adolescente de 15 anos denunciaram o crime. O celular do jovem foi apreendido, e a polícia encontrou, no aparelho, conversas em que o homem pedia fotos e vídeos do garoto.


Fonte: Gaúcha ZH
Divulgação / Polícia Civil

Nenhum comentário

O Site DeTudoNaNet não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado. Obrigado

Tecnologia do Blogger.