TOPO Header Ads

Confirmada morte de menino Tupanciretanense - Suspeita-se de Gripe H1N1

Na semana passada o menino Taylor dos Santos Rocha, de 12 anos, consultou em um posto de saúde no município onde foi constatado a infecção por gripe. Na sexta-feira, 29, voltou a ser atendido, desta feita no plantão do Hospital de Caridade Brasilina Terra por estar com dor de garganta e febre, mas foi diagnosticada gripe comum e receitado alguns remédios para controlar a febre.

Sem nenhuma melhora em seu estado de saúde, no sábado, 30, o menino consultou novamente. Foi realizado um raio-x constatando-se que o pulmão do menino estava fechando, já apresentando, inclusive, falta de ar. Após o resultado do raio-x, foi receitado que o menino ficasse internado.

Na madrugada de domingo por volta das 5h, o pulmão do menino fechou completamente, momento em que houve a suspeita que o mesmo poderia estar infectado com a gripe H1N1. O paciente foi transferido para a UPA em Canoas, Porto Alegre. Ele foi deslocado até Santa Maria de ambulância. Em Santa Maira, um helicóptero hospitalar buscou-o. O piloto do helicóptero não conhecia a pista em Tupanciretã e por isso não pode vir até o município pois seria arriscado. Na segunda-feira, 2 de julho, na UPA de Canoas, foi realizado coleta de secreção, com o objetivo de realizar exames para avaliarem a presença do vírus H1N1 A e B.

O paciente passou por cirurgia para colocar um cateter no coração após uma parada cardíaca. Por volta das 12h desta segunda-feira após mais uma parada cardíaca o menino faleceu.

O corpo do menino chega por volta da 1h da madrugada desta terça-feira, 03, em Tupanciretã onde será velado.

As informações foram prestadas ao departamento de jornalismo da Rádio Tupã pela tia de Taylor, Ana Raquel Rocha.

A Secretaria de Saúde de Tupanciretã até o momento só tem informações extraoficiais. De posse disso já foi procurado o Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul – Lacen.

Segundo o Lacen são necessários até 07 dias para o resultado do exame. Normalmente em até 03 dias já se tem alguma informação. Como houve óbito a secretaria fará uma ação de rotina, ou seja, a investigação do óbito. Essa investigação inclui a solicitação de informações nas unidades hospitalares onde o paciente passou.

Com relação à campanha de vacinação, a secretaria confirma que atingiu em todos os seguimentos a meta estabelecida para Tupanciretã. Segundo a secretaria o município atingiu um dos índices mais altos do estado na abrangência da população alvo.

A secretaria informa que assim que tiver os dados oficiais do Lacen sobre o paciente que foi a óbito estará se posicionando sobre este fato e, se necessário, iniciando algum protocolo.



Linkde origem da Rádio Tupã
Foto: Redes Sociais

Nenhum comentário

O Site DeTudoNaNet não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado. Obrigado

Tecnologia do Blogger.