TOPO Header Ads

Santa Maria – Nº de casos de toxoplasmose já chega a 176


O secretário estadual de saúde, Francisco Paz, esteve na tarde de sexta-feira (04) em Santa Maria onde atualizou o número de casos de toxoplasmose registrados no município. Até o momento, foram confirmados laboratorialmente 176 casos, com 20 gestantes entre eles.

A coletiva de imprensa foi realizada na sede da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) e também foi acompanhada pelo o prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobon; a secretária municipal de Saúde, Liliane Mello Duarte; a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), Marilina Bercini; o diretor do Departamento de Ações em Saúde, Elson Farias; e Elaine Verena Resener, do HUSM.

Ao todo, já foram notificados 681 casos na cidade, dos quais 421 se enquadravam na descrição de suspeitos, que são as pessoas que apresentam sintomas de febre, dor no corpo e na cabeça, a partir do dia 20 de janeiro. Os outros 261 ainda aguardam classificação. Além dos 176 casos confirmados, outros 26 já foram descartados. Entre os 219 que ainda estão em investigação estão dois óbitos fetais e um aborto.

Medidas anunciadas

Durante a coletiva, o secretário Francisco Paz falou do esforço conjunto no enfrentamento à doença. “Estamos trabalhando em conjunto, Estado, União, Município e a universidade (UFSM) pelo SUS”, disse. Entre as medidas anunciadas nesta sexta-feira está a futura instalação de um ambulatório oftalmológico para exame de pacientes suspeitos ou portadores de toxoplasmose. O local ainda será definido pela 4ª CRS. Ele vai funcionar em horário comercial, no centro da cidade, e os pacientes serão direcionados pela atenção básica. A medida visa desafogar e complementar o atendimento prestado pelo HUSM, que vem realizando 50 exames semanais.

Além disso, serão credenciados laboratórios privados com condições técnicas para realizar exames da doença, com o objetivo de dar maior agilidade e desafogar o Laboratório Central do Estado e o HUSM. Em paralelo, o Estado está buscando junto ao Ministério da Saúde um reforço quanto a medicação, principalmente a espiramicina que é orientada para as grávidas positivadas.

O secretário também fez questão de reforçar as recomendações de prevenção à toxoplasmose, principalmente no caso de gestantes, que devem evitar o consumo de carne ou derivados crus, assim como beber água somente após fervê-la. Recomenda-se também a limpeza periódica das caixas d'água, mantendo-as tampadas. Quem possui gato em casa deve, ainda, usar luvas durante a limpeza das caixas de areia, evitando contato com as fezes, que é onde encontram-se os oocistos (“ovos”) do protozoário que causa a toxoplasmose.


Foto: Divulgação/SES
Do Estado RS

Nenhum comentário

O Site DeTudoNaNet não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado. Obrigado

Tecnologia do Blogger.