TOPO Header Ads

Política - Vereadores votam impeachment do prefeito de Caxias do Sul

Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, na Serra do Rio Grande do Sul, vota o pedido de impeachment do prefeito Daniel Guerra (PRB) na manhã desta segunda-feira (16). A sessão teve início às 8h30 e deve ir até a tarde, com os votos dos parlamentares e a defesa do prefeito.

Um grupo formado por 29 pessoas moveu uma denúncia-crime contra o chefe do Executivo municipal, e os vereadores aceitaram o pedido no fim do ano passado. Uma comissão processante foi escolhida para analisar o processo.

O relatório com o parecer julgou improcedente o pedido e sugeriu o arquivamento das denúncias contra Guerra, que foi denunciado por infrações político-administrativas, crimes de responsabilidade e atos de improbidade administrativa.

Além da cassação do mandato do prefeito, o grupo também pede que ele seja proibido de exercer qualquer função pública por cinco anos.

Em entrevista coletiva após a sessão que aprovou o prosseguimento do processo de impeachment na Câmara, Guerra disse que "a democracia está ameaçada" e que alguns grupos não aceitaram o resultado das eleições.

Ele falou ainda que as denúncias são embasadas por pessoas que tiveram os interesses próprios feridos, ressaltou que vai continuar trabalhando pela cidade e que só vai trabalhar na sua defesa quando for notificado.

A sessão extraordinária pode ser acompanhada pelo público no plenário, pela TV Câmara de Caxias do Sul ou ainda pelas redes sociais da Câmara Municipal.

Atualização 01h28min do dia 17/04/2018
Câmara de Vereadores de Caxias do Sul rejeitou a denúncia que embasava o pedido de impeachment do prefeito do município da Serra gaúcha, em sessão que teve início pela manhã e final por volta das 20h50 nesta sexta-feira. Com isso, o processo foi arquivado, e o prefeito foi absolvido na Casa.

Foto: Câmara de Vereadores de Caxias do Sul/Divulgação
Tecnologia do Blogger.