TOPO Header Ads

SUGESTÕES E OPINIÕES ENVIE PELO WHATSAPP 55 98134 - 2776

01 novembro, 2017

Servidores públicos estaduais participam de caminhada luminosa em Júlio de Castilhos

Na noite de terça-feira, 31, aconteceu uma caminhada luminosa por algumas Ruas e Avenidas de Júlio de Castilhos, quando na oportunidade servidores públicos estaduais reivindicaram  o fim do parcelamento dos salários, que segundo os manifestantes está a 3 anos sem reajustes, por uma negociação com o governo, entre outros pontos.

Em informações publicadas pelo CPERS os educadores decidiram pela continuidade da greve, que completa hoje 57 dias.

Ainda segundo o texto do sindicado, ao dar início a assembleia, na terça-feira, 31, a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, destacou que após 55 dias de greve da categoria, o governo finalmente chamou o Comando para apresentar uma proposta, no final da tarde de segunda, 30, instantes antes de iniciar o Conselho Geral do Sindicato.

Nesta proposta, o governo assume o compromisso de fazer o pagamento integral da folha no último dia do mês, a partir de 30 de dezembro de 2017, com as seguintes condicionantes: crescimento econômico nos próximos meses, venda do excedente do controle acionário do Banrisul e a adesão do Rio Grande do Sul ao Regime de Recuperação Fiscal dos Estados com o governo federal. O governo comprometeu-se também em retirar a Proposta de Emenda Constitucional nº 257/2016, que propunha revogar o artigo 35 da Constituição Estadual acabando com a obrigatoriedade de pagar em dia os salários e o 13º dos servidores, e em não demitir os professores e funcionários de escola com contratos temporários, que aderiram à greve.



Com informações do CPERS Sindicato
Foto: Silvia/reprodução redes sociais
Edição: Da redação De Tudo Na Net e Cidade1

cultura