TOPO Header Ads

SUGESTÕES E OPINIÕES ENVIE PELO WHATSAPP 55 98134 - 2776

09 outubro, 2017

Agentes da Polícia Civil do RS estão em greve - Atendimento à população deve ser mantido, diz sindicato

As investigações, serviços de cartório e planejamento de operações da Polícia Civil do Rio Grande do Sul ficam paralisados a partir desta segunda-feira (9), conforme o sindicato que representa a categoria. A entidade protesta contra o parcelamento e atraso no pagamento de salários. O atendimento à população, segundo a categoria, será mantido.

"Agentes, inspetores, investigadores, escrivães e comissários, toda a categoria paralisa as atividades. Vamos deixar o mínimo de 30% previsto em lei para atender os casos mais graves, mas não vamos deixar abandonado, todo mundo que procurar a delegacia vai ser acolhido", afirma o presidente do sindicato, Isaac Delivan Lopes Ortiz.

A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP) se posicionou por meio de nota dizendo que por se tratar de um serviço essencial, "a população não pode ficar desassistida em virtude da paralisação de profissionais desta área", citando ainda que o Supremo Tribunal Federal (STF) se posicionou contra a greve de servidores da segurança pública.

De acordo com a SSP, o governo tem se esforçado pagar o reajuste de 38% que foi concedido para a categoria desde 2015. "Foram as únicas categorias que receberam reajuste", diz a nota.




Foto: Foto: Paulo Ledur/RBS TV